O INSS e a Pensão por Morte

classic Clássica list Lista threaded Em Árvore
1095 mensagens Opções
1234567 ... 55
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

carlos durães
meu pai morreu 2012,e minha mãe conseguiu o beneficio de pensionista. agora no ano de 2014 chegou uma correspondência da caixa econômica informando que ela teria que comparecer a uma agencia munido de documentos pessoais dela e dependentes para receber um beneficio chamado resíduos. o que é isso?? fico no aguardo.
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Consultor Online
Administrador
Carlos
Não sei do que se trata, acredito que se ela for à Caixa eles podem explicar.
Agradeço sua Participação. Consultor Online
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

terezinha
Em resposta à esta mensagem postada por Consultor Online
Gostaria de saber porque minha pensão não teve revisão tenho ela desde 2002 .
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Consultor Online
Administrador
Terezinha, isso eu não tenho como responder, terá que ir ao INSS para saber.
Agradeço sua Participação. Consultor Online
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Denise
Em resposta à esta mensagem postada por Consultor Online
O MEU PAI FALECEU EM 2008 E A MINHA MAE ESTAVA RECEBENDO A PENSAO POR MORTE A PARTIR DO ACONTECIDO NORMALMENTE. SO Q APARECEU UMA AMANTE Q ELE TINHA A MUITOS ANOS E ENTROU COM PEDIDO DE PENSAO JUNTO AO INSS, E RECONHECERAM UNIAO ESTAVEL DELA COM MEU PAI, PORQUE ELA TINHA FOTOS COM ELE, COMPROVANTES DE PAGAMENTOS DE CONTAS E OUTRAS COISAS E A MINHA MAE AGORA PERDEU A PENSAO PRA ELA SENDO Q FORAM CASADOS A MAIS DE 30 ANOS... E A MINHA MAE NUNCA TRABALHOU FORA... SEMPRE DEPENDEU DELE ECONOMICAMENTE, ISSO TA CERTO? O Q ELA PODE FAZER PRA REVERTER ESSE CASO ?
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Consultor Online
Administrador
Denise
Não há como opinar sem conhecer o processo, procure um advogado na sua cidade.
Agradeço sua Participação. Consultor Online
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

jean
Em resposta à esta mensagem postada por Consultor Online
meu nome e jean,tenho 17 anos recebo pensao desde os 7 anos,quero saber se ao completar 18 anos e nao tiver estudando vou perder o beneficio.obrigado
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Consultor Online
Administrador
Jean. Não perde, pode receber até os 21 anos, antes só se casar, entrar para o serviço público ou abrir uma empresa em seu nome.
Agradeço sua Participação. Consultor Online
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

zepa
Em resposta à esta mensagem postada por Consultor Online
Uma pessoa faleceu em Julho de 2014 e seu salario de aposentado pelo INSS era na época do óbito
1.275,66. Sua esposa requereu o beneficio em seguida e o calculo da renda mensal inicial veio de
921,54. Pergunto, segundo a legislação o valor da pensão por morte não é o mesmo valor que o segurado recebia quando do seu óbito, no caso 1.275,66? Além deste valor o segurado recebia mensalmente um
valor de R$ 311,06 oriundo da Refer- Fundação Rede Ferroviária de Seguridade Social. Teria este valor alguma influencia no cálculo da pensão por morte feita pelo INSS?
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Consultor Online
Administrador
Zepa. O INSS paga a parte previdenciária, se no valor recebido havia complemento de outra previdência ou da União a viúva terá que requerer o banco no mesmo órgão que pagava ao segurado que faleceu.
Agradeço sua Participação. Consultor Online
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

zepa
Prezado Catarino:

Desculpe se não entendi direito...Como requerer o banco?

A parte previdenciária que o INSS deve pagar não é o mesmo valor que o segurado que já era aposentado, recebia  quando do óbito? ou seja, o valor de R$ 1.275,66 deve ser pago agora para a viúva e não 921,54?, pois de se levar em conta que o pagamento que o segurado recebia da Refer de 311,06 era pago a parte desse beneficio do INSS de 1.275,66. Porque então o valor do calculo do INSS veio menor? Como eles calculam este valor se na memoria de calculo não vem detalhado e como conferir este cálculo?

Mais uma vez grato.
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Consultor Online
Administrador
Zepa. Terá que ir ao INSS para esclarecer essa questão, pois não é possível saber o que houve sem conhecer do processo.
Agradeço sua Participação. Consultor Online
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

O INSS e a pensão por morte

Clécia Messias
Em resposta à esta mensagem postada por Consultor Online
Bom dia!

Gostaria de saber se eu falecer, minha mãe de 58 anos terá direito à pensão, tendo em vista que ela é minha dependente financeiramente.
(IRPF, plano de saúde, alimentação, farmácia, vestuário...tudo).
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Consultor Online
Administrador
Clécia. Se não tiver nenhum dependente preferencial ela pode ter direito, terá que provar na época.
Agradeço sua Participação. Consultor Online
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Maria
Em resposta à esta mensagem postada por Consultor Online
Por favor:
Companheira consta como dependente na Declaração do IR do companheiro falecido, separado de fato. A Receita Federal não cedeu a 2ª via já que, segundo a atendente, só poderia fazê-lo para os herdeiros. Com isso o pedido da companheira foi indeferido por "falta de qualidade de dependente" e a mesma só conseguiu agendamento para recurso em dezembro/2014.
Por favor, sendo essa a prova principal como conseguir a 2ª via já que a companheira não tem advogado? Existe outra prova tão contundente quanto a declaração do IR?
A companheira já apresentou Declaração de União Estável feita em Cartório e prova de CC em conjunto.
Qto à prova de mesmo endereço: o aluguel constava em nome da irmã já que o companheiro estava c/ nome restrito por despejo de outro imóvel. Uma carta da Imobiliária declarando que o casal morava no imóvel resolveria a prova de endereço já que as correspondências iam p/o local de trabalho do companheiro?
Obrigada.
Maria
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Maria Helena
Em resposta à esta mensagem postada por Consultor Online
Minha mãe é viúva e recebe pensão de meu falecido pai. Ela e aposentada como professora estadual.
Com ela mora uma irma solteira nunca trabalhou fora nem contribuiu, hoje com mais de 60 anos,  que sempre foi dependente econômica, e ajudou a cuidar do pai e  cuida de minha mãe já idosa e doente. A minha duvida é, se falecer minha mãe, minha irma terá direito à pensão dela incluindo a pensão do meu pai do inss?
Obrigada
MAria Helena
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Consultor Online
Administrador
Em resposta à esta mensagem postada por Maria
Maria. Não, nenhum documento emitido após o óbito pode ser usado como prova. Se ela morava com ele deve ter algum documento com o endereço e a cópia da declaração deve estar entre os documentos dele. Se precisa de advogado pode recorrer a defensoria pública.
Agradeço sua Participação. Consultor Online
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Consultor Online
Administrador
Em resposta à esta mensagem postada por Maria Helena
Maria. Não terá, filhos só até os 21 anos.
Agradeço sua Participação. Consultor Online
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

luiz santos
amigo boa noite, meu sogro recebia dois beneficios um normal e outro ele ganhou uma acao judicial dando o direito de um segundo beneficio de auxilio doença depois de 20 anos. Faz 01 mes que ele faleceu e minha sogra deu entrada no beneficio de dependente o inss apenas concedeu o valor de um dos beneficios. o inss nao teria que pagar junto o outro beneficio de auxilio doença.
Responder | Em Árvore
Abra essa mensagem na visão em árvore
|

Re: O INSS e a pensão por morte

Maria
Em resposta à esta mensagem postada por Maria
Boa noite!
Por favor, a Declaração de União Estável só foi realizada no Cartório dois anos antes do falecimento do companheiro...
O pedido de Pensão por Morte foi indeferido "por falta de qualidade de dependente, tendo em vista que os documentos apresentados não comprovaram união estável..."
A companheira deixou de apresentar a Declaração de IR onde a mesma consta como dependente.
Agora ela deu entrada no Recurso à Junta de Recursos da Previdência Social, anexando a declaração do IR. Se ela tivesse apresentado a declaração do IR antes o pedido teria sido deferido?
Obrigada.
Maria
1234567 ... 55